top of page

LIMPEZA ÀS AVESSAS


Hoje, pela manhã, uma situação me incomodou. Enquanto dava uma pausa para o café, sentada na porta da Biblioteca Municipal Murilo Mendes, no centro de Juiz de Fora, observei a chegada de policiais militares, guardas municipais, fiscais da prefeitura e uma assistente social. A movimentação me chamou a atenção, tendo em vista que eles se direcionaram para uma sacola de um morador em situação de rua. Friamente, colocaram as luvas e começaram a retirar cobertores, poucas peças de roupa e um pote de sorvete vazio. Em seguida, embalaram os objetos em um saco preto e jogaram dentro do caminhão do lixo. O morador não estava presente.


Preocupada com o fato, me aproximei dos policiais e funcionários do caminhão do lixo. Questionei sobre o motivo daquela ação. Todos me responderam: essa é uma ação de limpeza da cidade. Estão retirando todo o material que está sendo acumulado nas ruas, e quando encontram os moradores orientam para que eles se dirijam ao albergue.


Segundo o Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, estima-se que em 2015 o país convivia com cerca de 101.854 pessoas nessa situação. Existem diversos fatores que levam as pessoas às ruas. Drogas, alcoolismo, abusos sexuais e agressões dentro de casa, problemas mentais e desemprego são exemplos comuns. A falta de políticas públicas humanizadas faz com que a "limpeza das ruas" se preocupe mais com os cobertores acumulados embaixo das marquises do que com as pessoas embaixo deles.



Para que haja um atendimento que efetivamente respeite a dignidade dessas pessoas é preciso encaminhá-las a serviços especializados, com tratamento adequado e moradia provisória. Espaços que hoje se encontram em situação preocupante em Juiz de Fora. Também é preciso criar parcerias com empresas para que essas pessoas voltem ao mercado de trabalho de forma digna e sem preconceito. Afinal de contas, queremos o bem estar de toda a população ou apenas uma limpeza urbana que descarta seres humanos de verdade, sem a opção de reciclar o seu futuro?


Por Leiliane Germano - Membro do Coletivo Maria Maria - MMM JF


83 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page